Ganhos de produtividade Brutais na Indústria de Móveis

Ganhos de produtividade brutais são possíveis na Indústria Moveleira

Furadeira de linha pode dobrar produção e reduzir setup a quase zero. Assista o vídeo e veja como funciona.

Alguns empresários ainda não conseguem entender a diferença entre gerentes de produção, gerentes industriais e gerentes estratégico-industriais. Talvez este problema seja ainda mais grave, quando não existe o esforço em entender esta diferença, na esperança de quem sabe ter um pelo outro. A verdade é que, na administração industrial existem 3 níveis completamente diferentes do mesmo profissional.

O primeiro deles, o prático, trabalha diretamente no corpo-a-corpo com a equipe de produção e suas principais atribuições são garantir o padrão de produtividade vigente e a entrega dos pedidos dentro de um cronograma estabelecido, o foco resume-se então ao gerenciamento da rotina operacional do chão-de-fábrica e gestão deste pessoal.

O segundo deles, necessita via de regra de uma formação preferencial em engenharia industrial, de produção, mecânica, mecatrônica ou ainda em administração de empresas (em boas universidades). Normalmente assume conjuntamente as funções de coordenação da manutenção, da engenharia de produtos e de processos, automação e em alguns casos até mesmo a gestão de materiais pós-compra, ou seja, o almoxarifado. Para esta situação, espera-se do referido profissional o incremento de performance do padrão produtivo bem como melhorias contínuas em todos os setores comandados, com uma política de gestão eficiente dos setores envolvidos. Neste caso, além da gestão da produção, o gerente assume toda a responsabilidade sobre a performance da máquina transformadora dentro do modelo de negócios estabelecido.

O terceiro caso, exige profissionais experimentados com uma visão estratégica dentro do segmento de atuação, pois estarão lidando com a própria transformação do modelo de negócio em si e envolvidos com a criação e definição do mix de produtos da empresa. Neste caso, a concepção industrial cruza as fronteiras dos muros da organização, buscando um alinhamento estratégico com as áreas comercial e mercadológica, com o objetivo de atender e se antecipar ao desejo do cliente, garantindo assim a sobrevivência da empresa frente às mudanças de mercado ou mudanças tecnológicas, que neste caso estarão sendo monitoradas por este perfil de gerente.

A quebra de paradigmas e os insights revolucionários não são esperados do primeiro grupo, mas normalmente acontecem para o segundo e principalmente para o terceiro. Isto porque trabalham na formação de uma equipe de alta performance, tendo subordinado a eles, profissionais de alta qualificação profissional ou educacional, onde é preciso saber conduzir uma equipe capaz de agregar alto valor ao negócio.

Estabelecida a questão do foco de atuação dos 3 níveis, chegamos finalmente a um exemplo prático de toda essa conversa. Desde 1996, após desenvolver uma ideia diferenciada, tenho tido o prazer em implantar tal melhoria específica por onde passei. Falamos da furação dupla em máquinas convencionais, o processo é simples e exige poucos cuidados necessários para que funcione.

Gostaria de agradecer ao Diretor Executivo da Irmol, Angelo Zanatta Cava, por permitir a divulgação desta pequena parte de meu trabalho quando de minha passagem por sua empresa, através de um vídeo do sistema desenvolvido em funcionamento. Trata-se de uma máquina adaptada com poucos requintes de automação e um carrinho para setup rápido externo, dobrando sua capacidade produtiva e transformando o setup da máquina antes de 14 minutos para algo em torno de 3 minutos.

Tal ideia inclusive quando desenvolvi na Santos Andirá, passei para uma antiga empresa de consultoria de Bento Gonçalves (Prodel) através de um grande amigo que conquistei e que atuava conosco no chão-de-fábrica nesta época. Inclusive gostaria de saber por onde anda e o que fez com tudo isso? (Luis…não me recordo o sobrenome, desculpem…1996). Espero que ao ler este post lembre-se com orgulho de nossos dias de suor e glória, assim se escreve a história. Alguns fabricantes de furadeiras, observando o modelo em funcionamento, desenvolveram máquinas específicas, muitos anos depois!

Enfim, se esperavam de minha pessoa a retirada de algum coelho da cartola, segue aqui um deles, por sinal bem dos gordinhos!

Boa semana a todos!

Você pode participar deste post

Deixe um comentário

Consultoria para Indústrias Moveleiras